Ir direto para menu de acessibilidade.
ptenfres

Cronologia Dentária Equina 🐴🐴

cronologia dentaria  A determinação da idade do animal a partir de sua dentição é um dos métodos mais baratos e simples de avaliar a sua idade. Isso ocorre, devido às diversas mudanças que os dentes sofrem com o passar do tempo devido as trocas e ao desgaste.

 Identificar a idade de um equino é importante para saber quais medidas de manejo devem ser tomadas para com o animal de acordo com a idade e sua finalidade (produção, companhia).

 Os equinos são difiodontes, possuem uma dentição temporária, de leite, e uma dentição permanente. Além disso, são considerados heterodontes por terem diversos grupos de dentes (incisivos, caninos, pré-molares e molares). A dentição definitiva varia de 36 a 44 dentes.

 Durante a vida do equino, ocorrem mudanças na sua dentição divididas em 7 fases, em que são considerados os dentes incisivos, para a avaliação da idade do animal. Ao todo são 12 incisivos (4 pinças, 4 médios, 4 cantos).

 1. Nascimento dos decíduos (dentes de leite): vai dos 7dias de vida até os 10 meses de idade
 2. Desgaste dos dentes de leite: aparecimento da estrela dentária, até o momento da troca pelo dente permanente.
 3. Troca dos dentes decíduos pelos permanentes: pinças aos 2,5 anos, médios aos 3,5 anos e cantos aos 4,5 anos.
 4. Rasamento dos dentes definitivos: estrela dentária nos dentes permanentes começa a aparecer - varia dos 6 aos 8 anos
 5. Nivelamento dos dentes definitivos: a mesa dentária (que é a face desgastada) assume forma arredondada por volta dos 9 aos 12 anos
 6. Triangulação da mesa dentária: dos 13 aos 16 anos
 7. Biangulação da mesa dentária: a estrela dentária se resume a uma pequena mancha amarela central, ocorre por volta dos 17 aos 19 anos.

 É importante ressaltar que esta é uma avaliação subjetiva, sendo que vários fatores, como por exemplo manejo, podem alterar as estruturas dentárias.